Stranger Things: A trilha sonora mágica e sombria da série do Netflix

A conciliação de uma trilha original talhada com grandes nomes da época, encaixaram com uma luva e potencializaram as cenas

A trilha da série usa diversos sintetizadores para conseguir melodias assustadoras. A atmosfera de suspense é constante. Se há conforto, ele dura pouco, podemos ser surpreendidos. Os arranjos e sons de ambientação também são muito bem construídos.

Hits da época funde-se com a trilha sonora criada, são canções clássicas dos anos 80 que nos embalam, os criadores não economizaram em trazer nomes pomposos para compor a trilha.
Ray Parker Jr. com Ghostbusters, Duran Duran, The Police, Joy Division, Devo, Bon Jovi, Scorpions, Peter Gabriel, New Order, Cyndi Lauper e Corey Hart são alguns dos artistas que brilharam na década reconhecida pelo cabelo com laquê, maquiagem carregada e acessórios impactantes.
"Should i Stay or Should i Go", no episódio 2, ouvimos esse clássico do The Clash, cena em que Jonathan e Will estão no quarto ouvindo música, a música também aparece numa cena emocionante na reta final da 2ª temporada quando Jonathan pergunta se Will lembra de quando ouviu The Clash pela primeira vez.

"This is Radio Clash", o The Clash empresta outra de suas faixas para Stranger Things; desta vez no episódio 4, da segunda temporada, quando Jonathan e Nancy fogem juntos numa missão rebelde.

"Rock you Like a Hurricane", badboy que se preze precisa entrar em grande estilo. É exatamente assim que Billy entra em cena ao som de Scorpions e pisando fundo no acelerador do seu carro. "Wango Tango", de Ted Nugent; "Four Horsemen", do Metallica; "Round and Round", do RATT; são outras faixas que tocam com Billy em cena.

"White Rabbit", essa introdução no baixo é hipnotizante? Céus!. A faixa da banda Jefferson Airplane é ouvida no primeiro episódio, logo quando Onze está nos fundos do restaurante e escapa das garras dos vilões.

"Girls on Film", a festa de Halloween foi muito animada; além dessa canção do Duran Duran, ainda tivemos Motley Crue para mostrar o espírito jovem dos personagens.

"Raise a Little Hell", no episódio 2, quando Nancy e Bárbara chegam na festa de Steve, elas são recebidas com essa animada canção do Trooper.

"Heroes", esse clássico de David Bowie se tornou um tipo de hino para amizades. Stranger Things trabalha muito com a amizade e relações de seus protagonistas, então a opção pela música é perfeita. No entanto, a série incluiu uma releitura de Peter Gabriel, e não a original de Bowie.

"Whip it", a canção da banda Devo aparece em "MadMax", estreia da 2ª temporada, justamente na sequência em que os amigos se reúnem para jogar fliperama e descobrem que perderam seus recordes.
 
"Just Another Day", o vocalista do Oingo Boingo é ninguém menos que Danny Elfman, famoso compositor parceiro do Tim Burton em boa parte de seus filmes. "Just Another Day" toca na cena da delegacia.

Devemos ter alguns nomes grandes da música que ainda não deram a cara por lá, como Madonna, Michael Jackson, A-Ha, Prince, Tears for Fears. "Stranger Things" levou o prêmio no Emmy e em outros festivais mundo afora, mas a parte musical da trama ainda não levou a estatueta para casa.
Quem sabe não levam algo nas próximas temporadas? As músicas que entrelaçam, com certeza foram certeira para os nossos ouvidos.