Messias Fernandes

VOCALISTA

Nascido em Novembro de 1982 na cidade de Praia Grande/SC, formou-se em Turismo, mas nunca chegou a exercer a profissão. Messias diz que nunca estudou em uma escola de música tradicional, escolheu aulas de canto particular com professor lírico, e que sempre cantou de forma intuitiva; aos 7 anos residindo no município de Santa Rosa do Sul, o vocalista moldou a sua voz por intermédio de suas inúmeras influências musicais, que vão desde Guns N Roses, Scorpions, passando por Bon Jovi, e até o clássico Amado Batista, chegando à Zé Ramalho, mas é com Raul Seixas de onde vem suas grandes inspirações. 
A característica que o definiu, se deu através de uma fita K7 presenteado por um primo de seu pai, e entre o sofá velho, de couro duro e molas de uma Kombi, que ficava na padaria de sua família, ou no Corcel II de seu pai, este menino ouvia o maluco beleza baiano com sua voz arranhada e renitente, assim como os riffs e solos de Rick Ferreira entravam em sua mente como um soco na boca do estômago, hoje entendemos sua versatilidade, que o faz ter facilidade de cantar inúmeras vertentes distintas. 


O músico cantava aos 10 anos em um Coral infantil da Igreja Matriz, o que lhe deu uma boa base de aprimoramento ao seu talento. 

Posteriormente, já com 15 anos entrou no grupo musical do seminário Rogacionista Pio XII na cidade de Criciúma/SC; ao lado de Diego Bif, dividiam um microfone como backing vocal, assumindo mais tarde com maestria o vocal principal, trazendo a sua voz de peito para registros acima do normal ao grupo. Em 2001 escreveu suas primeiras composições, que só vieram a ser gravadas em 2004. 

Como compositor, é um dos principais arquitetos da construção do hit Sacrorock, uma das maiores influências do subgênero criado nesta época, estilo novo, mas considerado, por muitos, precursor na mistura do bom e velho rock n roll e o sacro. Suas performances trazem intensidade visceral e dramática, ora cantando de forma limpa, ora produzindo uma sonoridade de "irritação" que ocasionalmente colore o som de suas interpretações. 

O vocalista apresenta algo totalmente diferente de uma prega vocal tensionada.