Maratona dos Festivais de Músicas

São incontáveis os festivais de música pelo mundo todo. Mas, o que podemos falar sobre eles?

Já parou pra pensar como a música liga as pessoas e o universo? É ela que permite que o mundo todo se conecte, que dá ao país a sua imagem, que tem uma linguagem universal.

A música faz parte da vida do dia a dia das pessoas. Tente tirar a música de uma festa ou de uma cerimônia de casamento. Ou tire a música daqueles que terminaram o seu relacionamento. Ou das confraternizações, dos caminhos longos no transporte público, do esporte. Viu só? A música está em tudo, em todos.

Rock in Rio: Provavelmente, é o festival genuinamente brasileiro mais conhecido mundo afora. Um dos maiores festivais de música do mundo surgiu aqui no Brasil, em 1985. De lá para cá, ao longo da sua história, o Rock in Rio teve 18 edições, sete no Brasil, oito em Portugal, três na Espanha e uma nos Estados Unidos. Em 2008, foi realizado pela primeira vez em dois locais diferentes, Lisboa e Madrid. Como podemos ver a maioria no exterior, mas é no Rio de Janeiro que o evento sempre quebra recorde de público.

Imagine uma pequena cidade, com pouco mais de 20 mil habitantes, ser a casa do maior festival de música do mundo. O Tomorrowland agita a cidade belga Boom desde 2005, levando mais de 200 mil pessoas para curtir o melhor da música eletrônica e dance. Em 2015, o Brasil recebeu a primeira edição do Tomorrowland fora da Bélgica.

Ouviu falar do festival colorido, roupas estravagantes, reunião de tripos do mundo todo, estamos falando de Coachella. Anualmente, este festival reúne mais de 200 mil pessoas para curtir o melhor que a música internacional tem a oferecer. O evento é realizado desde 1999, no vale de Coachella, na Califórnia (EUA).

O Glastonbury Festival é um dos mais antigos festivais de música mundiais que faz sucesso, anualmente, na Inglaterra, desde 1970. Este é conhecido como o maior festival a céu aberto do mundo, com atrações que vão além da música, pois conta com atrações de diversas formas de arte como dança, humor, teatro, circo e cabaré.

De origem norte-americana, o Lollapalooza começou em 1991, em Chicago. Mas, o festival expandiu as suas atrações para outros países. Anualmente, o evento atrai aproximadamente 150 mil pessoas em cada país onde é realizado.

Summer Sonic Festival, é um festival japonês que acontece nas cidades de Tóquio e Osaka. A primeira edição aconteceu em 2000, sempre no início do mês de agosto. A programação contém muitos músicos do rock japonês, mas sem esquecer as bandas de rock ocidentais.

Abril Pro Rock, este é em Recife (PE), acontece um dos maiores festivais do nordeste quando o assunto são novos e clássicos talentos do rock, o festival reune atrações nacionais e internacionais. 

Ribeirão Preto é movimentada todo ano, a cidade recebe João Rock, realizado desde 2002 no município interior de São Paulo, com shows de rock nacional, o Festival que reúne os maiores nomes da música nacional em mais de 12 horas de festival, e há 17 anos apoia, respeita, fortalece e celebro a cena do rock brasileiro, em um mundo de música, paz e diversão, com seus variados subgêneros e ritmos parceiros.

Planeta Atlântida, pra quem não sabe sobre o que se trata esse festival, vamos te contar mais:  um festival de música que acontece anualmente desde 1996 e é realizado pela Rede Atlântida com apoio da iniciativa privada. O evento é incrível, já contou com atrações internacionais, como Offspring, Sublime with Rome, Ke$ha, Capital Cities e entre tantos outros. Imperdível!

O WebFestValda é um dos maiores festivais de bandas independentes do Brasil. A proposta do Festival é realizar um concurso de bandas independentes do Brasil, mas, no inicio e no final de cada dia, o evento conta com nomes de peso da música para animar o público. Ao todo, 20 bandas de todo o país subirão ao palco da Fundição Progresso para conquistar uma vaga na final.

O Festival Psicodália é um festival de música independente e artes, voltado principalmente para o rock e suas vertentes como folk e rock progressivo/rock psicodélico, porém flerta também com outros estilos. O Festival Psicodália teve início em 2001 com o projeto piloto Angrastock em Angra dos Reis (RJ). O objetivo inicial era criar espaço para que bandas independentes e de qualidade pudessem divulgar seu trabalho. A primeira edição contou com cerca de 50 participantes. Até 2005, as edições eram alternadas com festivais de inverno na cidade de Antonina (PR), que continha alojamento coberto para até 200 pessoas. Apartir 2006, o festival ocorre anualmente, geralmente alternando entre o Réveillon e o Carnaval, abstendo-se da tradição carnavalesca. Atualmente, o evento é sediado no município de Rio Negrinho (SC), o evento em sua maioria conta com bandas da região sul do Brasil, havendo sempre atrações especiais de artistas consagrados.

Você, artista urbanoide, pode não saber, mas o interior do Brasil ainda é rico numa forma de lançamento de novos talentos que fez a cabeça das gerações dos anos 1950, 60 e 70: os festivais. Empresas e prefeituras abrem, país afora, palcos para revelar a prata da casa e de outros cantos também. O negócio é se inscrever e esperar ser selecionado. Em muitos há ajudas de custo para a estada na cidade do evento; em outros, as despesas de deslocamento ficam por conta do concursante, mas a possibilidade de levar prêmios em dinheiro pode fazer valer o investimento, a lista é imensa, vasta com todos os estilos e gêneros, escolha um, e se joga.

Existem tantos festivais e concursos ao redor do mundo; em nosso país, na sua cidade, seja ela pequena ou grande metrópole, haverá um evento, um festival, concurso ou show de uma banda local, independente:
- Vá lá prestigiar, valorize os talentos regionais, apoie, incentive.