Boas canções e lindos estilos

A Moda no Mundo do Rock

Reza a lenda que pra ser músico de verdade não basta só ter talento e boa voz, mas também MUITO estilo! Cantar não é apenas soltar a voz. Dentro do mundo da música a moda vive intensamente, inclusive quando os músicos são os alvos da fama. Combinar acordes musicais com looks diferenciados, faz parte da rotina dos cantores estilosos.

Looks despojados, urbanos, sociais todos os estilos fazem parte. De décadas passadas até hoje, o estilo continua  sendo uma característica super importante. Seja no all black ou totalmente colorido, o que importa é virar tendência no universo da moda. Afinal, o mundo é mais bonito com boas músicas e belas combinações, né?

Dando uma geral no estilo dos músicos, temos algumas referências de grandes artistas, que marcaram e ainda influenciam no estilo de um músico quando se pensa em estilo.

David Bowie, o excêntrico roqueiro começou a carreira com o pé na porta! Não só na postura, mas também em seus figurinos. Cores vivas, materiais sintéticos e referências da pop art já foram suas maiores referências, além de parcerias com estilistas de renome. Hoje em dia, Bowie adotou um estilo clássico e não é visto sem um belo terno.

Elvis "O galã do mundo do rock" possuia um armário simples, porém marcante. Jeans, camiseta branca e jaqueta formam o combo mais conhecido de Elvis Presley, e que está eternizado no armário masculino até os dias de hoje.  Mas o jovem caminhoneiro que determinou segundo os historiadores, o marco zero do rock que se deu em meados de julho no ano de 1954, tem a sua influência ainda maior do que a maioria dos fashionistas gostariam de admitir, onde a atitude, as roupas e jóias de Elvis entraram para a história da música e do mundo fashion. O astro imortalizou o macacão com capa, as pedras preciosas, as correntes de ouro e suas fartas costeletas foram copiadas infinitamente pelos jovens da época. O garoto de visual comportado do sul dos Estados Unidos, que se apresentava de terno e gravata, deu lugar ao jovem contestador de roupas de couro e se tornou um fenômeno que determinou o look dos anos 1970, onde seu estilo combinava perfeitamente com a era da discoteca, com as estrelas do rock cross-dressing responsáveis pela explosão emergente da moda em todo o mundo.

O frontman do The Killers, Brandon Florwers, não abre mão de uma boa jaqueta de couro e uma calça skinny. Nos palcos, Flowers também conta com figurinos, mas tudo na pegada roqueira e minimalista de ser do cantor!

O vocalista Josh Homme do QOTSA (sigla para Queens Of The Stone Age) dispensa os ~frufus~ e é adepto de peças clássicas e de fácil combinação, além de não abrir mão do conforto. Camisa xadrez e um bom jeans já satisfazem o seu guarda-roupa.

Se existe algo que Freddie Mercury não fez durante sua vida, foi passar despercebido. Além de marcar a história do rock com o sucesso estrondoso de Queen durante os anos 70 e 80, o vocalista provocou impactos na indústria da moda que ressoam até hoje. Conhecido tanto pela voz quanto pelas roupas, o músico quebrou barreiras ao se vestir com peças femininas e muita androginia. Não tinha medo. Trocou a extravagância do brilho e das cores por camisetas regatas, calças jeans e jaquetas de couro. Acessórios com tachas, como braceletes, cintos e colares, estavam sempre em destaque e faziam referência ao BDSM em alta como uma subcultura nos anos 1980.

Se você pensa que os músicos atuais fazem fortuna apenas com a venda de seus discos e suas superproduções em shows está muito enganado. No mundo atual de Influencer Digitais, com eles não seria diferente; por serem referência para jovens do mundo inteiro, muitos desses artistas são considerados ícones da moda contemporânea e, com isso, passam a protagonizar cada vez mais anúncios para grandes marcas internacionais.

O estilo está cada vez mais atrelado aos músicos das bandas Indie. O estilo indie masculino que falamos hoje, é sim uma moda que vem da música.